Dicas para ser motivado

Por Soeli de Oliveira

As plantas dependem do clima para sobreviver e crescer. Nós seres humanos, podemos criar o clima onde vivemos. Você não é um planta, portanto, tem nas mãos poder para criar o seu próprio destino.

Não se leve tão a sério! Sorria mais. Pessoas alegres tem mais facilidade para fazer amizades  e ganhar dinheiro.  Amigos e dinheiro não gostam de cara feia.

  Trabalhe menos! Porém, use a inteligência para ser mais produtivo.  

 Se ligue no presente! Viva intensamente o aqui e agora. Este é o único tempo sobre o qual temos controle. Suas realizações de hoje são a ponte para o futuro. Lamentavelmente, setenta e cinco por cento das pessoas vivem presas ao passado. Vinte por cento vivem apreensivas com relação ao futuro.  Apenas cinco por cento vivem o presente. 

Conviva com pessoas positivas! Pessoas negativas são verdadeiras sangue-sugas de nossas energias.

O céu é o limite! A atitude de uma pessoa determina a altitude que ela poderá chegar na vida. Todos nós somos dotados de habilidades e potencialidades. O que você está fazendo com elas? Está sentando tijolos ou construindo uma catedral? Ninguém escapa da lei da semeadura. Colhemos o que plantamos. Somos hoje produtos de nossos pensamentos e ações do passado. Seremos amanhã o que fizermos com o nosso tempo no presente.

Com frequência nos orgulhamos por ser o povo do ‘jeitinho’, do  ‘fazejamento’, do ... “Deixa a vida me levar...Vida leva eu”... Como muito bem canta o sambista Zeca Pagodinho.  Agora! pergunta-se: qual a importância do planejamento? Quais são os seus objetivos? Quais são as suas metas? Onde pretende chegar? Qual a sua estratégia? Há um pensamento atribuído ao grande filósofo e pensador romano Seneca, que diz que “quem não sabe para onde vai, qualquer caminho serve”. 

Objetivo é o que pretendemos alcançar.  As metas são frações mensuráveis dos objetivos  no curto prazo. As estratégias são os caminhos ou meios para alcançar os objetivos.  Para alcançar o sucesso, com frequência a estratégia adotada é mais importante que o trabalho.  Há pessoas que se orgulham em dizer  “o meu nome é trabalho!”  e o “meu sobrenome é dedicação!”  O emprego do esforço por si só, poderá levar o individuo a se enterrar cada vez mais, se ao invés de estar construindo um castelo, estiver cavando um buraco.

Invista mais em você! Assuma um sério compromisso com a sua formação. As mudanças são rápidas e contínuas. Compreenda que o aprendizado tem que ser vitalício. É preciso pré-disposição para aprender, aprender e aprender! Procure não perder nenhuma oportunidade para se desenvolver. Cada ano a mais na escolaridade representa em média 15% a mais nos salários. Quem não investe em si, perde o direito de reclamar dos empregadores que não investem nos seus colaboradores.   A primeira pessoa que tem obrigação de investir em nós, somos nós mesmas.

Neste início do século convivemos com três tipos de empresas. Primeiro.  As que os dirigentes e colaboradores vivem na zona de conforto, não buscam informações – este tipo de organização terá vida curta. Segundo.  As que os dirigentes aprendem, porém os funcionários  estão acomodados.  Pararam no tempo.  Não aprendem nem se comprometem. Com frequência dizem “sou apenas funcionário aqui” – estas organizações terão existência de médio prazo. Em terceiro lugar, estão às empresas em que os dirigentes e colaboradores são comprometidos e não perdem oportunidades para aprender. Estas organizações tem futuro. Você já parou para refletir em que grupo a sua empresa se encontra?

Soeli de Oliveira é consultora e palestrante nas áreas de marketing, varejo, atendimento e motivação do Instituto Tecnológico de Negócios www.itnconsultoria.com.br - E-mail: soeli@sinos.net – Novo Hamburgo – RS.