Planejar Deve ser Rotina no Varejo

Por Soeli de Oliveira

 

Pensar no futuro do seu negócio permite tomar decisões acertadas que o coloquem à frente da concorrência. Um objetivo escrito tem até 60% mais probabilidade de ser alcançado. Planejar faz com que se trabalhe com inteligência, não somente com dedicação. Neste processo, a análise do ambiente permite o exercício do pensamento crítico e reflexivo, estimulando os gestores a agirem de forma pró-ativa, tomando decisões que proporcionem um salto de qualidade e diferenciação.

 

O varejo está entrando num processo de concentração sendo necessário buscar informações e oportunidades para a empresa a partir da análise do ambiente de negócios.

 

Vantagens de se planejar:

 - Orienta a empresa para o futuro e para os resultados

- Identifica os recursos e as necessidades prioritárias

- Ajuda antecipar os problemas e sua resolução

- Desenvolve a equipe e aumenta a motivação

 

No varejo, se deve planejar ações mercadológicas com no mínimo 90 dias de antecedência para poder acionar os fornecedores e prestadores de serviços.

 

Definições que não podem faltar no processo de planejamento:

1. Objetivo - O quê?

2. Atividades - Como?

3. Cronograma - Quando?

4. Responsabilidade - Quem?

5. Recursos/Custos - Quanto?

 

O sucesso depende do comprometimento de todos os envolvidos, para isso a equipe precisa:

- Concordar com os objetivos propostos

- Estabelecer responsabilidades e papéis claros

- Ter prazos realistas e custos reais

- Contar com um sistema flexível de acompanhamento dos resultados

- Ter processos e procedimentos definidos

- Ter uma liderança eficaz

 

Estratégia é um caminho, forma ou ação para alcançar os objetivos. Pensar estrategicamente aliado à prática rotineira do planejamento potencializa os recursos do empreendimento. 

 

Antes de planejar 2011 é preciso ter planejado muito bem a “colheita da safra” de 2010, tendo definido o que vender e quais promoções realizar na reta final do ano - época que as pessoas têm mais dinheiro no bolso e estão mais propensas a consumir e a presentear.

 

E atenção, muito cuidado! Os estoques no varejo devem ser planejados na medida certa, para não faltar nem sobrar mercadorias. Se faltar, perde-se vendas e clientes que saem insatisfeitos da loja. Se sobrar corre-se o risco da obsolescência e da deteriorização dos produtos. Planejar ações promocionais para depois das datas comemorativas é uma espécie de plano B, que minimiza os prejuízos causados pelos erros nas previsões de vendas.

 

Lembre-se que o planejamento das ações contribui para tornar as empresas mais competitivas e lucrativas, por isso, comece já!

 

Soeli de Oliveira é Consultora e Palestrante do Instituto Tecnológico de Negócios – Novo Hamburgo – RS, nas áreas de Marketing, Varejo, Atendimento e Motivação. www.itnconsultoria.com.br  e-mail: soeli@sinos.net – Novo Hamburgo – RS.