Passos para ser um empreendedor de sucesso

Por Soeli de Oliveira

Os principais insumos que compõem os negócios bem-sucedidos atualmente são os conhecimentos e as informações. Porém, estes precisam ser organizados de forma prática, para que gerem resultados positivos para o empreendedor e para todos os envolvidos.

O primeiro passo, para que se tenha êxito na implantação de um negócio é a sua definição estratégica. É estratégica a escolha do mercado em que se vai atuar, e dentro deste, o segmento que será atendido e a maneira que este será atendido, pois “quem quer ser tudo para todos, acaba sendo nada para ninguém”.

O segundo passoé a elaboração de um projeto consistente, também conhecido como plano de negócio. Projeto é informações e conhecimentos sistematizados, nada mais é do que a organização das informações e do conhecimento sobre o empreendimento. Serve para orientar e maximizar a utilização dos recursos, pois como diz um dos postulados da economia “os recursos são escassos e as necessidades são ilimitadas”.

O terceiro passorumo ao sucesso na implantação de um negócio é a criação dos processos internos para que se possa entregar ao consumidor final aquilo que foi prometido, com a máxima qualidade e a preços competitivos. Sem processos internos adequados não se tem competitividade. No cenário tecnológico atual, uma empresa só terá condições de competir se for detentora de competentes processos internos, não importa se próprios ou terceirizados.

Depois de instalada, a excelência empresarial deverá ser buscada através da melhoria contínua. Com ou sem implantação das normas de qualidade, o ciclo PDCA deverá correr na veia de toda a equipe de trabalho.

O quarto passoé o estabelecimento de diferenciais. Os consumidores já têm os seus fornecedores habituais, e não querem “trocar seis por meia-dúzia”. Fuja de ser apenas mais um no mercado. Esta é a hora de usar sem economia a criatividade que todos temos dentro de nós. Buscar ser incomum, diferente e único. Inovar! Mas afinal, o que é inovação? Inovação nada mais é do que algo gerado de uma ideia original. A inovação só faz sentido quando vem de uma linha de pesquisa utilitária, isto é, atende a uma necessidade do mercado. E mais! Faça da cultura da inovação o DNA da sua empresa. Mantenha-se na dianteira, pois como muito bem diz um ditado popular do interior paulista, “boi lerdo bebe água suja”. Empresa ou profissional que não inova, em três anos perde a competitividade.

Respeite o “verde” e crie um negócio que seja sustentável. Economize os ativos finitos quer sejam seus, da cadeia logística ou patrimônio da humanidade. E, lembre-se que a competitividade e a empregabilidade estão incluídas neste conceito. 

Soeli de Oliveira é consultora e palestrante nas áreas de marketing, varejo, atendimento e motivação do Instituto Tecnológico de Negócios. www.itnconsultoria.com.br -  E-mail: soeli@sinos.net – Novo Hamburgo – RS.