Liderança Competente

 

Por Soeli de Oliveira

 

Sabemos que os clientes não se satisfazem com nada menos do que a excelência. Estão sempre atrás de empresas e prestadores de serviços competentes, para resolverem os seus problemas e satisfazerem suas necessidades e desejos. Muitas vezes as melhores organizações e profissionais perdem vendas por desconhecerem a importância da disponibilidade e conveniência. Sabem produzir bons produtos, são excelentes técnicos, mas péssimos vendedores. Alguns possuem uma organização enxuta e deixam de estruturar uma área comercial e de atendimento na ânsia de economizar. Não sabem a diferença entre custos e investimentos. Outros desconhecem completamente as técnicas de recrutamento, seleção, integração, treinamento, avaliação de desempenho, motivação e de chefia e liderança. Temendo se incomodar com funcionários, preferem fazer do que delegar.

 

Ponha em prática os seis princípios de chefia e liderança que seguem e faça já uma revolução na gestão do seu negócio:

 

1º. Dispense os piores. Não existem pessoas erradas,  o que existem são pessoas no lugar errado. Descubra onde errou, aprenda com o seu erro e “bola para frente”. Os erros só valem pelo aprendizado que proporcionam.

 

2º. Premie os melhores. Infelizmente,  existem líderes que têm medo de premiar. Crie uma cultura da excelência. Mostre para a equipe que está disposto a investir nos melhores.

 

3º. Avalie e deixe-se avaliar. Seja o exemplo, “palavras convencem, exemplos arrastam”. Muitos líderes estão sempre prontos a avaliar os seus liderados, mas se esquecem de avaliar a si mesmos e de melhorar.

 

4º. Mude ou dance. Os incompetentes sempre arranjam uma desculpa. Temos que fazer tudo que for para melhorar, mesmo que isso signifique mudanças. Trate de gostar de mudanças, pois a única  certeza que temos é de que tudo irá mudar.

 

5º. Seja um obstinado pela qualidade. Se o que está errado não o incomoda, você não é um líder. Um líder não faz vistas grossas a nada, por mais insignificante que pareça, seja um papel de bala jogado no chão, uma tampa de vaso sanitário quebrada, uma torneira pingando e desperdiçando água, uma lâmpada queimada com a justificativa de que “vai esperar queimar outras, aí então trocar todas de uma vez”, um carpete sujo, o para-brisa do carro trincado, um carro todo sujo precisando ser lavado e encerado, a pintura do ambiente desbotada, desleixo com a aparência pessoal, etc. É dever do líder buscar a excelência também dos seus liderados. Ele deve ensiná-los por palavras e exemplo a serem cuidadosos até nos mínimos detalhes.

 

6º. Reconheça a grandeza da humildade. Não podemos estacionar naquilo que já sabemos. Devemos aprender sempre. Infelizmente, muitos líderes se recusam a continuar aprendendo e se adaptando. Acham que já sabem o suficiente, que o método que aprenderam no início da carreira e que deu certo é o único perfeito. Não podemos ter medo do novo e do desconhecido, pois com frequência “o bom é inimigo do melhor”. Como líderes, temos de ter a humildade de reconhecer que temos muito a aprender. Não permita que a falta de humildade feche a porta do seu crescimento pessoal e da sua empresa.

 

 

Soeli de Oliveira é consultora e palestrante nas áreas de marketing, varejo, motivação e atendimento do Instituto Tecnológico de Negócios. www.itnconsultoria.com.br  –  soeli@sinos.net – Novo Hamburgo – RS.